terça-feira, 30 de junho de 2015

Minha Casa é Assim




Casa arrumada é assim:




Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.




Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.

Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas…



Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:

Aqui tem vida…




Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.


Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.



Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante, passaporte e vela de aniversário, tudo junto…
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.



A que está sempre pronta pros amigos, filhos…
Netos, pros vizinhos…
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias…



Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela…
E reconhecer nela o seu lugar.
(Carlos Drummond de Andrade)

sábado, 20 de junho de 2015

Mãe é mãe!

(Meus filhos bons, me trazem remédios quando adoeço, me distraem dizendo:-Mãe, vamos dar uma volta, sair de casa... se preocupam comigo e  me fazem tão feliz! Falta um filho e um netinho que não estão nesta foto mas que enche-me de guloseimas, pipoca e comidinhas que sabe que gosto, além de pregar-me cada baita susto para  ver-me sobressaltada e rir...)




Ser mãe é entregar seus belos filhos à outras pessoas e ter que se conformar que não são mais seus, não ouvem  mais seus ensinamentos, não controla mais o impedimento para que eles não sofram...
É sangrar o coração e esconder tudo...
Engolir o choro das tristezas que eles sofrem por não lhe ouvirem mais...
É ter que passar a tomar ansiolíticos e antidepressivos para que eles não percebam o seu grande sofrimento de se sentir só... depois de tanta luta... cansaço... batalhas tremendas...
Sim, resta-lhe a solidão do 'dever' cumprido...
Um belo dia, vêm os netinhos... alguns não podem ser sua alegria pois ficam na família de lá... outros são uma nova chance de alegria sem fim...
Passam-se os anos... as tristezas lhe rondam o coração, eles sofrem e se lembram da mãe, retornam e ela que não guarda rancor porque é mãe... lhes recebe fazendo de novo comidas gostosas, mimos sem fim... nem parece que ela sofreu tanta dor pelo abandono que sofrera  ano após ano por vê-los crescerem e subirem na vida, terem seus próprios carros, darem conforto às suas famílias e ela continuava sozinha e a pé... com suas faltas e carências próprias da idade avançada...
Eles voam e voltam... sempre é assim...
Ainda bem que dá tempo de acolhê-los de novo, antes de que ela se vá para sempre... colher os frutos do seu plantio no Céu... vitoriosa e abençoada por Deus!!!
E o ciclo se repete...




Conto escrito em base a tudo que tenho ouvido por aí...
Oxalá nenhuma mãe precise passar por nada semelhante!!!
Não é fácil ser Mãe!!!



segunda-feira, 8 de junho de 2015

Ser Mãe é Chorar nas Homenagens











Se você tem uma mãe que teme ao Senhor e soube te guiar nos Seus caminhos, dê graças a Deus por essa maravilhosa bênção!







Os filhos são herança do Senhor,
uma recompensa que ele dá. 
(Salmos 127,3)


"Honra tua mãe" - este é o primeiro mandamento com promessa - "para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra". 
(Efésios 6,1-3)


As mães são belas dádivas de Deus nas nossas vidas. Elas têm a responsabilidade de criar, ensinar, instruir, proteger. Não é uma tarefa nada fácil e por isso devem ser amadas, respeitadas e honradas.


O tolo despreza a sua mãe. 
(Pr 15,20)


 Aquele que honra sua mãe verá a sua vida prolongada nesta terra. Isso significa que Deus se alegra quando os filhos amam e obedecem os seus pais.


Ouça, meu filho, não despreze o ensino de sua mãe. Ele será um enfeite para a sua cabeça,
um adorno para o seu pescoço. 




Mãe supera tudo pelos seus filhos, até ingratidão... O único que deseja é vê-los bem sempre...
Customizado por Meri Pellens.